01-

Cálculo de tubulão

02-

Cálculo tubulão falsa elipse

03-

Cálculo sapata armada

04-

Cálculo bloco p/ estacas

05-

Carga admissível por SPT

06-

Carga admissível por Nega e Repique

07-

Capacidade de carga - Terzaghi

08-

Capacidade de carga - Hansen

09-

Recalque admissível - Schmertmann

10-

Dimensionamento de estacas

11-

Cálculo do atrito negativo

12-

Carga adm perfis metálicos

13-

Carga adm tubos metálicos

14-

Carga adm trilhos metálicos

15-

Recalque estacas - Método Aoki

16-

Método Decourt-Quaresma

17-

Hélice Contínua - Antunes&Cabral

18-

Relatório de Sondagem por CPT

19-

Relatório de sondagem por SPT

 

 

 

     


_História das fundações

"A questão solo-estrutura está intimamente relacionada com a utilização da computação eletrônica na Engenharia de Fundações."

 

VARGAS, M. 1998

 

 

 

 

 

   

   

 

 

 

 

 

 

 

 

 
       
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2- Cálculo de tubulões de base falsa elipse

 

 

Programa em Excel que determina, para projetos, as dimensões e volume de fundações do tipo tubulão a céu aberto de cargas verticais com base falsa elipse. O programa dimensiona até 40 tubulões por vez, detalhando a base, armadura, volume, gráficos de carga, gráficos de volume... A partir da carga do pilar, Fck do concreto, tensão do solo o programa dimensiona e calcula o volume da fundação para 40 tubulões por vez.

 

Ao lado podemos ver a ilustração para ajudar na construção e visualização tridimensional.

 

 

 

No exemplo abaixo você poderá ver como é fácil e simples dimensionar até 40 tubulões por vez em poucos segundos e lembrando que o programa calcula automaticamente o volume. Neste caso inserimos valores para cálculo de apenas 10 tubulões com cargas, resistências e tensões do solo variados (em Kg/cm2).

 

 

 

Vamos exemplificar com a figura ao lado:

 

Exemplo típico na construção civil. Neste caso optei por desenvolver tubulões com base em falsa elipse para obter um melhor resultado. Os dados foram inseridos da seguinte forma

P1 N= 50 000Kgf   P4 N= 40 000Kgf   P3 N= 35 000Kgf

A tensão do solo utilizada foi de 3,5 Kg/cm2 e a resistência do concreto de 200Kg/cm2 para os três tubulões a serem criados. A partir do resultado de sondagem verificamos que os tubulões apresentariam uma profundidade de (Necessário para que o programa calcule volume da base e total):

T1= 8m    T4 =8m    T3 =9m

Como puemos perceber, os espaços dos pilares P4 e P3 são reduzidos e a distância do pilar P1 à divisa também poderá apresentar algum problema. Por isto, resolvemos calcular da forma convencional com base circular. Este procedimento é necessário para que as dúvidas sejam esclarecidas e não sejam cometidos erros.

 

 

Veja abaixo como ficou a projeção das respectivas bases se calculados da forma convencional:

 

 

 

 

Como pode-se ver na ilustração ao lado, realmente as projeções estão sobrepondo-se. Como não é viável executar fundações com bases sobrepostas tomamos iniciativas de projeta-las com o tipo falsa elipse. A partir disto inserimos os dados ao programa: Fck, Carga(N), Tensão do solo, Altura da fundação (H) e a distância livre para a base(d). No caso da distância entre pilares é importante lembrar que é necessário o espaço mínimo de 10 cm entre as bases projetadas. Vamos ver como ficou:

P1 d=50cm P2 d= (90 - 10)/2 =40cm P3 d= (90 - 10)/2=40cm
 

 

 

Veja que as distâncias para P3 e P4, subtraindo 10cm, são iguais . Após inseridos os dados ao programa teremos os seguintes resultados, veja abaixo:

 

 

Através da ilustração a seguir poderemos ver como são indicados os respectivos resultados, veja:

 

 

Veja abaixo a projeção das bases do tipo falsa elipse, respeitando as respectivas distâncias e espaços necessários para que cada tubulão possa ser executado sem haver intervenção entre as bases.

 

 

Além do cálculo de tubulões o programa calcula o volume de cada tubulão, o volume total dos tubulões, verifica quando (a > 2,5 x b), verifica quando a base pode ser calculada da forma convencional (circular). O programa de "tubulão falsa elipse" conta com outros setores que fazem parte do programa como: Gráficos de carga, gráfico de volume, cálculo de volume para projeto já dimensionado, cálculo de traço e volume dos agregados do concreto...

 

 

 

 

 

No caso dos resultados aparecerem em cor rosa, significa que (a > 2,5 b). Isto é necessário pois o valor de "a" não pode superar 2,5 vezes o valor de "b". No caso onde aparecem resultados para "a", "b" e "x" iguais a zero significam que o tubulão tem espaço suficiente para ser calculado da forma convencional.
 

 

O programa conta com 3 planilhas e 3 gráficos. A primeira planilha cuida do dimensionamento dos tubulões, inclusive o volume. A segunda planilha cuida apenas do cálculo do volume caso você necessite calcular algum projeto já pronto. A terceira planilha diz respeito ao cálculo do traço de concreto a ser utilizado. Essa parte foi incluída apenas por cortesia mas não conta como parte principal e nem mesmo como indispensável, apenas uma parte como gratificação. Os gráficos que são apresentados logo em seguida representam e ilustram as cargas aplicadas calculadas em relação às profundidades e seus respectivos volumes de concreto. Os gráficos são essenciais para uma análise da fundação global.

   

 

 

 

 

 

 

 

 

Formulário para adiantar o pedido

 


 

Valores e promoções

 


 

Contas bancárias disponíveis para depósito

 


Formulário para recebimento dos programas